carregando...

Cinetoscópio e Mutoscópio – Você sabe o que é?

Cinetoscópio e Mutoscópio – Você sabe o que é?

Cinetoscópio: Thomas Edison foi o inventor da lâmpada incandescente e do fonógrafo. Foi no seu laboratório que surgiram as primeiras máquinas de filmar e monitores. A ideia era que as pessoas, além de ouvirem os seus artistas preferidos, também pudessem vê-los.

Em 1889, o seu assistente, William Dickson, inventou um sistema de engrenagem para uma tira de 15mm de película de celuloide. O aparelho utilizava um filme de celuloide perfurado, que, ficando no interior da máquina, era exibido quando esta era acionada, à manivela.

O cinetoscópio de Edison, patenteado em 1891, permitia a observação através de um furo, e foi o precursor de todos os subsequentes aparelhos de filmar, passando a largura do seu filme, de 15 para 35mm, a ser considerada internacionalmente.

Uma vez que o cinetoscópio não podia ser facilmente sincronizado com o fonógrafo, Edison desistiu do registro internacional de patente, tendo sido copiado por imitadores europeus, que apressaram a produção. Salas de cinetoscópio proliferaram por toda a Europa e América do Norte. Pagando uma moeda, a pessoa podia olhar através de um orifício e vislumbrar 15 minutos de movimento real.

Mutoscópio: O mutoscópio antecedeu ao cinema. Era um conjunto de desenhos (ou fotografias) que, quando passadas em sequência, davam a ilusão de movimento. Foi inventado em 1894, por Herman Casler, um ex-mecânico de Thomas Edison, e fabricado pela International Mutoscope Reel Co. Inc., de Nova York, Estados Unidos… Continue lendo na edição número 50, clique aqui para comprar e continuar a leitura e ver as fotos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *